Resenha em Contexto: O Duque e Eu (Os Bridgertons #1) por Julia Quinn


O Duque e Eu

(Os Bridgertons #1)

por Julia Quinn 




AMAZON


Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. 




É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. 




Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida. 




Primeiro dos oito livros da série Os Bridgertons, O duque e eu é uma bela história sobre o poder do amor, contada com o senso de humor afiado e a sensibilidade que são marcas registradas de Julia Quinn, autora com 8 milhões de exemplares vendidos.





"Homens são como ovelhas.
Onde uma vai, o resto logo segue"- Tradução Livre







Originalmente esse livro foi publicado nos EUA em 2000, porém foi só em 2011 que eu tive a oportunidade de ler e fazer uma resenha. A série Bridgertons é o maior sucesso da autora e definitivamente um que está na minha lista de recomendações como TEM QUE LER! Essa série esta sendo publicada no Brasil. A autora virá ao Brasil esse ano para a Bienal do Rio e várias outras cidades.







Eu esperava mais um romance de época com uma estória comum. Foi tão mais do que isso! A autora tem uma abordagem única, com humor e foco nos personagens. Temos vontade de conhecer o resto da família. E com algumas surpresas no caminho!


Ótimo livro, fantasticamente bem escrito e diálogos incríveis. Me apaixonei por esse livro. Julia Quinn é uma Deusa.

Frases Favoritas!


“And if you say that’s because you lot barged into her home like a herd of mentally deficient sheep, I’m disowning all three of you.”

“His mouth captured hers, trying to show her with his kiss what he was still learning to express in words. He loved her.
He worshipped her. He’d walk across fire for her. He—
—still had the audience of her three brothers.
Slowly breaking the kiss, he turned his face to the side. Anthony, Benedict, and Colin were still standing in the foyer.
Anthony was studying the ceiling, Benedict was pretending to inspect his fingernails, and Colin was staring quite shamelessly.”
Cotação:
***


Material retirado do site da Julia Quinn. Tradução Livre.

Os Bridgertons




Nos anos entre 1813 e 1825, a série Os Bridgertons é uma coleção de oito livros, cada um apresentando a história de um dos filhos do falecido Visconde Bridgerton: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory, e Hyacinth.  Não planejei inicialmente em escrever uma série de oito livros; no começo seria apenas uma trilogia! Porém os leitores se apegaram aos Bridgertons (e a misteriosa Lady Whistledown, cuja coluna de fofoca são "narradas" nos primeiros quatro livros), e percebi que também me encontrei um tanto enamorara com a família.Depois que terminei a série, contanto, recebi centenas de perguntas de leitores sobre os Bridgertons e o que aconteceu depois em suas vidas. Então decidi em escrever uma atualização no que chamo de '2nd Epilogues' (segundos epílogos). Essas estórias, originalmente disponíveis como contos, estão unidas agora no livro  E Viveram Felizes Para Sempre, junto com uma novela sobre  Violet. O livro foi publicado em  Abril 2013." - JQ

Prêmios


* #27 na lista extended de mais vendidos da The New York Times. O Duke e Eu ficou três semana nessa lista.

* RITA finalista, categoria histórico curto.  RITA é a maior honra dada pela Romance Writers of America.
*#11 na lista da Amazon.com de Romances Mais Vendidos de  2000. Escolhido como um dos dez melhores romances históricos de 200 pelos editores da Amazon.com. Foi o terceiro ano em seguida que JQ teve essa honra! 
* Cinco semanas na lista de mais vendidos da USA Today (chegando a #43).



Conheça o armário de Daphne!



De O DUQUE E EU, conheça Daphne, a duquesa de Hastings.
"Daphne não é exatamente uma menina moleque, porém não chegaria a chamá-la de uma menina feminina, e sempre a imaginei vestindo roupas com simples elegância. 
Esse vestido de noite tem seu glamour não dos babados, mas do drapeado simples da camada amarela.  As fitas ao lado acrescentam um toque bonito, porém sem ficar de forma arrogante. E há algo sobre o cabelo parece perfeito para Daphne!

Não sei porque esse traje de viagem,à direita, parece tão perfeito para Daphne.  Acho que pode ser a cor, que me lembra muito da capa de O DUQUE E EU. Consigo imaginá-la vestindo isso depois de casa, em sua nova vida como uma jovem duquesa." JQ
Tradução Livre





Comentários da Julia Quinn 


Contém Spoilers



- De todos os meus livros, O DUQUE E EU foi o mais difícil em nomear. Tenho um carinho por "Daphne’s Bad Heir Day", porém "How to Bear an Heir" também foi uma concorrente para o prêmio dos "Títulos Mais Divertidos que Nunca Usou".
-  Leitores atentos vão perceper alguns dos meus personagens favoritos em O DUQUE E EU. Lady Danbury, que todos amaram em  How To Marry A Marquis faz uma participação, assim como Robert, o herói de  Everything And The Moon (embora não acho que ele chega a falar algo). Também, Riverdale, como James Sidwell, o Marquês de  How To Marry A Marquis é mencionado no primeiro capítulo.

- Finalmente, quando estava escrevendo esse livro, alguém muito próximo de mim foi diagnosticado com esclerose múltipla, então decidi doar uma parte do meu lucro para a  National Multiple Sclerosis Society. Cientistas estão perto da cura todos os dias, e no meu livro, isso será o será o maior felizes para sempre de todos.
-  Lady Whistledown, a colunista de fofoca que aparece pela primeira vez em O DUQUE E EU, narra sua própria antologia em The Further Observations Of Lady Whistledown. Esse livro não é, contudo, parte oficial da série dos Bridgertons. Vários personagens dos  livros dos Bridgertons aparecem ou são mencionados, porém nenhum é o personagem principal. Exceto a Lady Whistledown, é claro.

Qual é o maior erro que já cometeu nos seus livros?


Bem, tem a lendária mudança de cor dos olhos da Eloise Bridgerton’s. São azul em O DUQUE E EU, verdes em  Um Perfeito Cavalheiro e cinza em Para Sir Phillip, Com Amor. Gostaria de dizer que estava tentando a coisa de seus-olhos-mudam-de-dor-dependendo-do-que-veste, porém também teria que dizer que eu ganhei o prêmio Nobel de química. Então eu simplesmente admito meu erro e fico feliz que nunca tive um personagem em que seus olhos mudavam de cor no mesmo livro. 




Trilha Sonora:


Musica que inspirou a escrita de Julia Quinn, que a faz lembrar dos seus livros: “Eu não tive sempre a consciência que enquanto estava escrevendo, cada um dos meus livros tem uma Soundtrack”. JQ Tradução Livre

Take My Hand” Dido 
"Amo essa música. Há algo sobre a batida incessante sobre a melodia crescente que parece tão urgente. É surpreendentemente uma boa música para se exercitar! Eu amo imaginar Simon pegando a mão de Daphne e deixando-a ajudá-lo a se curar.

Mouth Merril Bainbridge
"Essa música se encaixa por tantas razões! As vezes sinto que é a Daphne (menos a parta de ser famosa na TV)."

God Only Knows The Beach Boys
"Essa música me faz arrepiar. De alguma maneira a emoção se encaixa no livro."

Pretty in Pink Psychedelic Furs
"Não me importo em quanta capas rosas eu terei nos meus livros- O DUQUE E EU sempre será meu Livro Rosa!







Capas:




Capa Original (2000)


Capa (2006-2015)
How  to Marry a Marquis
Nova Capa
How  to Marry a Marquis
Capa original
do Reino Unido

Nova Capa do
Reino Unido




Material de autoria da Julia Quinn foi retirado do site oficial. Post atualizado e traduzido do blog Reading Romances, ambos de minha autoria. 




SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar
SalvarSalvar

Comentários

  1. adorei a resenha tenho cinco livros onde eu acho os 3 restantes . alguem sabe se lançou no brasil . bjsssssssssssssss bom dia a todas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles estão sendo publicado aqui no BR ainda, acho que até o fim do ano saem todos!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe sua opinião! Tento responder a maioria dos comentários!

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha:The day of the duchess (Escândalos e Canalhas #3) por Sarah MacLean

Resenha: Uma noite como esta (Quarteto Smythe-Smith #2) por Julia Quinn

Resenha: Quando a Bela Domou a Fera (Contos de Fada #1) por Eloisa James