Resenha: Outlander de Diana Gabaldon


Título: Outlander, A Viajante do Tempo
 (Outlander #1)  
 Diana Gabaldon  


Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros.
Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro escocês, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?



Uma série ousada, aventureira e imprevisível. 
Essa série sem precedentes da Diana Gabaldon mostra como transformar um enredo tão canônico em um livro com personagens complexos e cheio de surpresas.

A autora nos faz apaixonadas por Jamie e você fica torcendo pra Claire fazer o mesmo. Apesar de ter um triângulo amoroso, ele não é o tema principal. Diana te leva para o universo escocês, capitães malvados e bruxas. Eu classificaria Outlander como um romance paranormal? Não, mas os elementos mágicos são o núcleo pra estória funcionar.

Há muita ação e aventura pro meu gosto, prefiro tramas com o foco no romance. Quando tentei ler os próximos livros da série vi muito menos romance neles, ou características que você não encontra em romances, que causa uma mistura nessa narrativa tão complexa.

Não espere outra resenha da série Oulander nesse blog já que pulei muitas páginas pra escrever algo substancial sobre o livro 2...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha:The day of the duchess (Escândalos e Canalhas #3) por Sarah MacLean

Resenha: Uma noite como esta (Quarteto Smythe-Smith #2) por Julia Quinn

Resenha: Quando a Bela Domou a Fera (Contos de Fada #1) por Eloisa James