Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2017

Resenha: O Jogo (Amores Improváveis #3) por Elle Kennedy

Imagem
Não esperava essa química intensa entre nós, mas ela está aqui, e é viciante, e não sei se jamais vou conseguir ignorá-la.”

Talentoso, inteligente e festeiro, Dean Di Laurentis sempre consegue o que quer. Sexo, notas altas, sexo, reconhecimento, sexo… É sem dúvida um galanteador de primeira, e ainda está para encontrar uma mulher imune ao seu charme descontraído e seu jeito alegre de encarar a vida. Isto é, até ele se envolver com Allie Hayes. Em uma única noite, essa jovem atriz cheia de personalidade virou o mundo de Dean de cabeça para baixo. E agora ela quer que eles sejam apenas amigos? Dean adora um desafio, e não vai medir esforços para convencer essa mulher tão linda quanto teimosa de que uma vez não é suficiente. Mas o que começa como um simples jogo de sedução logo se torna a experiência mais incrível e surpreendente de sua vida. Afinal, quem disse que sexo, amizade e amor não podem andar de mãos dadas?

"O Jogo" é de longe o melhor livro da série e até agora o meu fa…

Resenha: Mentiroso (Selvagem Irresistível #4) por Christina Lauren

Imagem
AMAZON

Para duas pessoas com opiniões tão distintas acerca de relacionamentos e do amor, London e Luke criaram um surpreendente laço de carinho e… tesão! London Hughes está muito satisfeita em surfar todos os dias, trabalhar como bartender e sair com seus amigos vivendo da maneira que mais lhe satisfaz. Mas depois de ser derrubada por uma onda pela manhã, e ser derrubada novamente pelo sorriso galanteador de Luke Sutter naquela noite, ela se pergunta: por que não? Afinal, é só uma noite. Da sua parte, Luke esteve no piloto automático dos encontros casuais por tanto tempo que raramente se detém para pensar no que está fazendo. Mas, depois de um encontro maravilhoso com London, ele percebe que não superou adequadamente um rompimento devastador, e acabou por se deixar levar para onde – e com quem quer que fosse – a correnteza o levasse. Entretanto, ele deseja ir além com London, embora alguns acontecimentos de seu passado – incluindo quem fez parte dele –, tenham sido omitidos de London, …

Resenha: Uma noite como esta (Quarteto Smythe-Smith #2) por Julia Quinn

Imagem
Anne Wynter pode não ser quem diz que é…
Mas está se saindo muito bem como governanta de três jovenzinhas bem-nascidas. Seu trabalho é bastante desafiador: em uma única semana ela precisa se esconder em um depósito de instrumentos musicais, interpretar uma rainha má em uma peça que pode ser uma tragédia ou, talvez, uma comédia – ninguém sabe ao certo – e cuidar dos ferimentos do irresistível conde de Winstead. Após anos se esquivando de avanços masculinos indesejados, ele é o primeiro homem que a deixa verdadeiramente tentada, e está cada vez mais difícil para ela lembrar que uma governanta não tem o direito de flertar com um nobre.
Daniel Smythe-Smith pode estar em perigo…
Mas isso não impede o jovem conde de se apaixonar. Quando ele vê uma misteriosa mulher no concerto anual na casa de sua família, promete fazer de tudo para conhecê-la melhor, mesmo que isso signifique passar os dias na companhia de uma menina de 10 anos que pensa que é um unicórnio.
O problema é que Daniel tem um inimi…

Resenha: Simplesmente o Paraíso (Quarteto Smythe-Smith #1) por Julia Quinn

Imagem
Honoria Smythe-Smith sabe que, para ser uma violinista ruim, ainda precisa melhorar muito…
Mesmo assim, nunca deixaria de se apresentar no concerto anual das Smythe-Smiths. Ela adora ensaiar com as três primas para manter essa tradição que já dura quase duas décadas entre as jovens solteiras da família. Além disso, de nada adiantaria se lamentar, então Honoria coloca um sorriso no rosto e se exibe no recital mais desafinado da Inglaterra, na esperança de que algum belo cavalheiro na plateia esteja em busca de uma esposa, não de uma musicista.

Marcus Holroyd foi encarregado de uma missão…
Porém não se sente tão confortável com a tarefa. Ao deixar o país, seu melhor amigo, Daniel, o fez prometer que vigiaria sua irmã Honoria, impedindo que a moça se casasse com pretendentes inadequados. O problema é que ninguém lhe parece bom o bastante para ela. Aos olhos de Marcus, um marido para Honoria precisaria conhecê-la bem (de preferência, desde a infância, como ele), saber do que ela gosta (doc…